Resenha: Diários do Vampiro - Almas Sombrias


Título: Diários do Vampiro - Almas Sombrias

Autora: L. J. Smith

Páginas: 445
Editora: Galera Record
Minha nota: 3/5



Sinopse: 

Stefan foi capturado por espíritos demoníacos e está preso na Dimensão Sombria, onde rumores dizem que vampiros e demônios andam livremente, mas humanos são mantidos como escravos por seus mestres sobrenaturais. Elena pede ajuda a Damon e, com Matt, vai até lá resgatar Stefan. O problema é que a tensão entre ela e Damon continua aumentando. Qual dos irmãos Salvatore Elena realmente quer? - Skoob




Já tem muito tempo que eu estava com esse livro na estante e só enrolando para o ler, mas a curiosidade de saber o que ia acontecer depois Anoitecer foi maior e não perdi tempo na leitura.


Vamos relembrar um pouco: Stefan foi engando por Shinichi e Misao,os irmãos demônios kitsunes, com a promessa de se tornar e humano novamente e infelizmente acabou ficando preso na Dimensão das Trevas ( que é basicamente no inferno ou purgatório ) -


Então basicamente esse livro é pura enrolação para salvarem Stefan, todos estão afim de ajudar inclusive Damon que ajudou Shinichi enganar Stefan.


Matt, amigo e ex-namorado de Elena Gilbert, opta por ficar em Fell's Church com a senhora Flowers para tentarem resolver as maluquices que estão acontecendo por lá por causa dos Malash (''insetos demoníacos''que possuem as pessoas) e Bonnie e Meredith acompanham Damon e Elena até a Dimensão das Trevas para tentarem achar as chaves-raposa que são reveladas nas dicas que Misao dá a Elena no final de Anoitecer.


Elena fica muito mais próxima de Damon nesse livro, mais amigos, mais ligados.. mas não é só porque ela precisa dele para chegar até a Dimensão, ela realmente passa conhecer outro lado dele. Não posso usar a frase ''no desenrolar da historia'' porque a historia é só enrolação, muita mesmo;fiquei um pouco decepcionado com a L. J. Smith por causa disso. mas apesar de  tudo o final  foi bem bolado e nos deixa querendo saber mais sobre a sua continuação;

Não posso esquecer de Caroline.. ta mais esquisita do que nunca, não o que a Smith vai fazer com ela em Meia Noite, mas espero que ela volte ao normal ,apesar de ser bem irritante. no final das contas valeu apena ler mais esse volume.

quote:  
Elena nem precisou olhar para o corpo dele para saber que os olhos verdes de Stefan estariam dançando como as águas encrespadas pelo vento num lago e cintilando com mil diferentes pontos de luz. - pag. 87


3 ESTRELAS
* * *
13 Comentários

Comunicado

Pessoal, tudo bem?
que saudade de poder postar aquiee *-*
vim dar satisfações a vocês pelo meu sumiço.
minha net tinha estragado (típico), mas prometo que o blog vai voltar totalmente a ativa essa semana..

espero a compreensão de todos ;)
0 Comentários

Resenha: Sangue de Tinta - Cornelia Funke


Autor: Cornelia Funke
Ano: 2009
Nº de Páginas: 560
Gênero: Fantasia / Infanto Juvenil
Editora: Cia. das Letras
Sinopse: "Sangue De Tinta" dá seguimento à aventura de Meggie e seu pai, Mo, um encadernador de livros que tem o estranho dom de dar vida às palavras dos livros que lê em voz alta, fazendo seres das histórias surgirem à sua frente como que por mágica. No primeiro volume da trilogia "Mundo De Tinta", a língua encantada de Mo traz à vida alguns personagens de um livro chamado "Coração De Tinta", e acaba mandando para dentro da trama a mãe da menina. Agora, neste segundo episódio, Meggie dá um jeito de entrar ela mesma no mundo fictício de Coração de tinta, onde tem o prazer de encontrar fadas, príncipes e saltimbancos que dançam com o fogo; e o sofrimento de acompanhar as artimanhas de vilões cruéis e sem misericórdia. Uma jornada sombria, repleta de fantasia e aventura. - Skoob


Atenção, pode conter pequenos spoilers para quem não leu Coração de Tinta.

Enquanto em Coração de Tinta vemos Meggie e Mo retirando personagens de livros, em Sangue de Tinta a história se passa dentro do mundo criado por Fenoglio. Neste ponto da história percebemos que há muito mais no Mundo de Tinta do que apenas aquilo que Fenoglio escreveu. Ele mesmo percebe que a história continuou seu rumo sem precisar dele, mesmo não admitindo que perdeu o controle de seu próprio mundo.

Dedo Empoeirado arruma um jeito de voltar. Meggie, fascinada pelo que a mãe contava sobre o Mundo de Tinta, não resistiu e foi com Farid atrás de Dedo Empoeirado. E, claro, Mo e Resa vão atrás de Meggie.

Como a história reagirá a seus visitantes estranhos, vindos de outro mundo além das palavras? 

Foi essa a pergunta que me fez mais curiosa a respeito da continuação. E a verdade é que se tornou uma bagunça - pelo menos na visão de Fenoglio, que via seus personagens tomando um rumo totalmente diferente daquele que ele escreveu. E ao tentar consertar acaba piorando as coisas!

No geral eu gostei muito. Assim como Coração de Tinta a história é imprevisível. Somos apresentados a novos vilões e personagens que antes eram apenas mencionados. Por ter mais pontos de vista a história deixa de se concentrar tanto em Meggie. Dedo Empoeirado continua sendo meu favorito e as cenas com ele são as melhores. E Mo recebe um novo papel que eu, huumm, adorei.

Quem leu o primeiro sabe que Meggie e Farid estavam caminhando para um romance e ele finalmente acontece, mas eu achei que ficou muito forçado. Do nada eles pá, se apaixonam, estão juntos, sem aviso prévio. E Mo não fala/sente nada, mesmo Meggie tendo acabado de completar treze anos e Farid ser um dos 40 ladrões. O romance não acrescentou nada à história e ficou parecendo que só estava ali porque os fãs queriam.

É um livro longo, mas de leitura fácil. Terminei em poucos dias e o final surpreendente me deixou louca para ler o próximo (e último).

Via Corujinha Leitora
2 Comentários

Resenha: Coração de Tinta - Cornelia Funke

Autor: Cornelia Funke
Ano: 2006
Nº de Páginas: 456
Gênero: Fantasia / Infanto juvenil
Editora: Cia. das Letras
SinopseHá muito tempo Mo decidiu nunca mais ler um livro em voz alta. Sua filha Meggie é uma devoradora de histórias, mas apesar da insistência não consegue fazer com que o pai leia para ela na cama. Meggie jamais entendeu o motivo dessa recusa, até que um excêntrico visitante noturno finalmente vem revelar o segredo que explica a proibição.

É que Mo tem uma habilidade estranha e incontrolável: quando lê um texto em voz alta, as palavras tomam vida em sua boca, e coisas e seres da história surgem como que por mágica. Numa noite fatídica, quando Meggie ainda era um bebê, a língua encantada de Mo trouxe à vida alguns personagens de um livro chamado "Coração De Tinta". Um deles é Capricórnio, vilão cruel e sem misericórdia, que não fez questão de voltar para dentro da história de onde tinha vindo e preferiu instalar-se numa aldeia abandonada. Desse lugar funesto, comanda uma gangue de brutamontes que espalham o terror pela região, praticando roubos e assassinatos. Capricórnio quer usar os poderes de Mo para trazer de "Coração De Tinta" um ser ainda mais terrível e sanguinário que ele próprio. Quando seus capangas finalmente seqüestram Mo, Meggie terá de enfrentar essas criaturas bizarras e sofridas, vindas de um mundo completamente diferente do seu. - Skoob

***

Se tem uma coisa que me arrependo é de não me lembrar de como conheci Coração de Tinta. Sei que foi em 2009, mas não sei onde! Enfim eu conheci o livro antes do filme. Li e simplesmente A-M-E-I! Nunca tinha visto uma história como aquela, onde alguém conseguia ler os personagens para fora do livro. Acho que Cornelia foi a primeira pessoa que escreveu sobre isso (se eu estiver errada, por favor me corrijam!). 

À medida que ia lendo eu me empolgava cada vez mais com aquilo tudo. E o que eu achei interessante é que não é uma história tão previsível. Não é do tipo: "Eu estou lendo isso, mas já sei que o herói vai escapar do vilão dessa, dessa e dessa maneira". E a narração é empolgante, tem um ritmo acelerado, sempre tem alguma coisa acontecendo. Não demorei nem uma semana para ler tudo.

Eu gostei da edição. Geralmente não gosto quando traduzem nomes (quem se lembra da confusão em Harry Potter e a Câmara Secreta, quando foi revelado que os nomes das casas eram o sobrenome dos fundadores? Seria Helga "Lufa-Lufa"?), mas no caso desse livro fizeram certo, pois são nomes estranhos como "Dustfinger" que se tornou "Dedo Empoeirado". A maioria dos personagens que Mo tirou do fictício "Coração de Tinta" tem nomes como esse e ficaria sem sentido se não traduzissem.

Outra coisa que achei muito interessante é que a cada início de capítulo tem uma citação de outros livros. Alguns têm a ver com o capítulo, outros nem tanto. Mas mesmo assim é muito legal.

Livro aprovadíssimo! Se vocês gostam de fantasia, esse livro é perfeito.

Obs: Esse é o primeiro livro da triologia Mundo de Tinta. Logo, logo, falarei sobre os outros dois.

5 Estrelas
*****

10 Comentários

Promoção - Qual seu número?


Eba ô/  promoção para vocês, com regrinhas basicas...

vocês devem residir no Brasil e seguir as outras regrinhas no Raflle. ok?







a Rafflecopter giveaway




BOA SORTE !!
12 Comentários

Introduzindo Anna + Resenha

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Como não sabia como começar minha apresentação, decidi me basear na que a Claudia fez.

O Rian me convidou para resenhar aqui no Eu & Livros e espero que vocês gostem.

Meu nome é Mariana e meu apelido é Anna, tenho 18 anos e minha vida social se encontra em grande parte nos livros. Eu sou blogueira há um tempo, mas nunca me dediquei realmente a um blog. Gostava mais de fazer posts aleatórios em comunidades no Orkut. Hoje sou dona do recente Corujinha Leitora, que é meu xodó, onde vocês irão encontrar mais resenhas e coisas minhas. Ele também fala sobre livros e outras coisinhas como séries, filmes, música, etc. Já vou adiantando que nem tudo que posto lá está aqui.

Comecei minha paixão por livros aos 11 anos, com Harry Potter. Depois disso eu comecei a ler cada vez mais. Não li tantos livros quanto gostaria de ter lido, pois nunca tive condições para comprar e onde moro a única biblioteca disponível é a da escola, que não oferece tantas opções. Ultimamente tenho conseguido realizar meu sonho de aumentar minha estante, mesmo que sejam menos de 5 livros por ano.

Vocês podem esperar de mim livros sobre Literatura Fantástica, ou seja, fantasia e ficção científica. Raramente leio algo diferente disso. Os livros que pretendo resenhar estão na minha estante no Skoob.

Me encontre em:
Blog - Twitter - Facebook - YouTube - Tumblr



Resenha: O Herói Perdido - Rick Riordan

Autor: Rick Riordan
Ano: 2011
Nº de Páginas: 432
AssuntoLiteratura Juvenil
Editora: Intrínseca
Sinopse: Depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, Percy Jackson e seus amigos trabalharam duro para reconstruir seu mais querido refúgio, o Acampamento Meio-Sangue. É lá que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia. Uma mensagem que pode se referir a qualquer um deles: "Sete meios-sangues responderão ao chamado. Em tempestade ou fogo, o mundo terá acabado. Um juramento a manter com um alento final, E inimigos com armas às Portas da Morte afinal." Os campistas seguirão firmes na inevitável jornada, mas, para sobreviver, precisarão contar com a ajuda de alguns heróis, digamos, um pouco mais experientes — semideuses dos quais todos já ouvimos falar... e muito. - Skoob
8 Comentários
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...